terça-feira, janeiro 31, 2006

Lacerda, o fodão

Eu juro que tentei segurá-lo com todas as minhas forças. Mas depois que descobriu que tem gente pensando em abrir até uma comunidade pra ele no Orkut, o detetive do meu romance policial A Arte de Odiar ficou ainda mais abusado. E com o sucesso do livro, eu acabei tendo que ceder espaço para mais uma de suas histórias de policial puta velha.
Obrigado, Lacerda!
Vai lá. Conta aê...


O Café Com Leite


Haviam acabado de sair da aula de ioga.

A academia ficava num prédio na Nossa Senhora de Copacabana, o sol ainda estava no meio do céu, era verão e as duas jovens suavam dramaticamente.

5 Comments:

Blogger Jôka P. said...

Fodaço o Lacerdão !
Abç,
Jôka P.

quinta-feira, fevereiro 02, 2006 1:21:00 PM  
Anonymous DO said...

Muito bom, Muito bom mesmo. Grande abraço!!

quinta-feira, fevereiro 02, 2006 2:14:00 PM  
Blogger Julio Cesar Corrêa said...

Do e Joka,
eu e o Lacerda agradecemos.
gd ab

quinta-feira, fevereiro 02, 2006 5:53:00 PM  
Anonymous pecus said...

Estava entretido ouvindo a conversa da loira e a ruiva, e tomei um susto com a queda da velhinha.

quinta-feira, fevereiro 02, 2006 6:24:00 PM  
Blogger Alba Regina said...

Cara, o corpo da velhinha fez um barulho tão forte que me desconcentrei da baixaria das duas peruas...nunca mais arrumo confusão por besteira, eu hein...vou tomar meu café com leite e volto já. beijo. ( esse lacerda hein?).

sexta-feira, fevereiro 03, 2006 7:23:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home